Forte de São Luís: uma delícia de passeio, pertinho de você!

O Rio de Janeiro é lindo e explorar essa cidade vale muito a pena. Pertinho daqui, em Niterói, temos alguns lugares bem legais e que pouca gente conhece.

A pouco tempo, visitei o Forte de São Luís e fiquei maravilhada com a beleza do local. Um passeio gostoso, cercado de muita natureza, história e uma vista belíssima! Vamos conhecer um pouquinho dessa maravilha?

 P1070266

O Forte está localizado no bairro de Jurujuba em Niterói e chegar lá é fácil. Pensei em colocar um mapinha aqui, mas aconselho antes de sair de casa, que vocês pesquisem e entendam o trajeto. É fácil chegar, mas assim como o Rio, Niterói não é tãããooo bem sinalizada….

O espaço onde hoje está o Forte, foi escolhido para abrigar um posto de vigilância em 1567. As obras iniciaram apenas em 1770 e após algumas mudanças, em 1918 Marechal Hermes da Fonseca finalizou o projeto entregando uma estrutura mais moderna, localizada na parte mais elevada do terreno. Foi denominado Forte Barão do Rio Branco em 1938. Seu acervo inclui quatro canhões de 150mm e sua área construída é de 5.850 m2 .  Viu SYA também é cultura 🙂

Ao chegar, você encontra um estacionamento aberto, tranquilo e o melhor, de graça! Logo ao lado, fica uma bilheteria que também é posto para maiores informações. A visitação acontece aos sábados, domingos e feriados das 09:00 às 16:00h. Da última vez que fui, o valor da entrada era R$10,00 e menores de 7 anos não pagam.

Para subir você pega a van do próprio Forte que te leva morro acima até a entrada.  Chegando lá, você inicia a visita guiada (muito interessante, o exército tem alguns militares que explicam todos os cantinhos, todas as curiosidades do local ) e a sensação é incrível. Ruínas belíssimas emolduradas por uma vista de praias deslumbrantes e pontos encantadores do Rio de Janeiro. Uma delícia!

P1070247

P1070261

P1070257

P1070253

P1070288

P1070277  P1070280

P1070284

Dica de Amigo:

– Protetor Solar! Muito, passem mesmo, porque o sol está cada vez pior e o passeio é ao ar livre, é sol na cabeça o tempo todo.

– Usem Tênis. Além de andar muito, em alguns lugares o piso é bem irregular. Conforto é a melhor coisa nessas horas.

P1070260

Fonte: Wikipedia.

Cristo Redentor… Tem como não amar?

“Cristo Redentor, braços abertos, sobre a Guanabara…” (Tom Jobim)

“…Braços abertos na noite, o Cristo Redentor abraça a cidade dizendo: sou eu o teu amor…”(Chico Buarque)

“…Sou pelo estudo e o trabalho em harmonia. O amor e o Cristo Redentor, poesia na democracia…” (Caetano Veloso)

Os mais queridos já cantaram e os mais céticos se renderam a beleza desse monumento… Tem como não amar o Cristo Redentor? Localizado na Zona Sul do Rio de Janeiro, ele é sem dúvida um dos mais queridos e bonitos pontos da cidade.

DSC_0770

Como o objetivo desse blog é falar de viagens e coisas boas, podemos falar também de pontos turísticos legais de conhecer tanto para quem visita o RJ, quanto para quem mora aqui (pasmem, tem muita gente que mora no Rio e nunca foi ao Cristo…). Vale a pena economizar uma graninha (porque não é barato…) e conhecer essa maravilha. Vamos lá!

O Cristo Redentor está localizado no bairro do Cosme Velho na Zona Sul do Rio de Janeiro. Chegar não é tão complicado. A entrada está localizada na R. Cosme Velho, 513. Por lá, passam as seguintes linhas de ônibus:

Linha 584 / 583 – Cosme Velho / Leblon

Linha 422 – Grajaú / Cosme Velho

Linha 569 / 570 – Lgo do Machado / Leblon

Linha 405 – Ramos / Cosme Velho

Linha 497 – Penha / Cosme Velho

Linha 498 – Circular da Penha / Cosme Velho

Você também pode optar por ir de Metrô ou trem (que eu acho as melhores opções). Se for de trem, pode descer na estação da Central e na Presidente Vargas pegar a maioria desses ônibus que citei a cima ou na própria Estação, pegar o metrô. De metrô, você desce na estação do Largo do Machado e pega a integração (ônibus) que para em frente a entrada. Nessa opção, quando você comprar o bilhete do metrô você pede “bilhete com integração Cosme Velho”, que dá direito ao metrô + ônibus. Sai mais barato que comprar um bilhete unitário normal e depois pagar a integração ou pegar outro ônibus.

Se for de taxi, cuidado. Infelizmente o Rio de Janeiro ainda tem espertinhos que rodam mais que necessário com quem não conhece a cidade. Não aceitem corrida por tiro, ou seja, sem taxímetro. Isso é proibido aqui! Não pode!! Antes de ir, entrem na internet, procurem o mapa e entendam um pouco do caminho. Mesmo sem conhecer é possível e vale a pena pro seu bolso, pode apostar. Para o Cristo você pode subir de três maneiras:

1) De carro pela estrada das Paineiras: Não é permitido ir até a entrada do Cristo de carro. Você tem que parar no estacionamento e pegar uma van credenciada Beltour. Dependendo do dia e do horário não é legal, o estacionamento fica cheio e se precisar parar em algum outro ponto, além de perigoso, você encontra os flanelinhas que encarecem ainda mais seu passeio (ninguém merece…);

2)  De van, que faz o mesmo trajeto de quem vai de carro (parando porém próximo ao Cristo) e possui o preço parecido ao do Trem do Corcovado… Acho sinceramente que não vale a pena…

3) De Trem do Corcovado ao meu ver, a melhor opção! Logo na entrada, você vê a bilheteria para comprar os ingressos que garantem ida e volta além da entrada no Cristo. O valor é R$ 46,00, estudantes, idosos (a partir de 60 anos) e crianças até 12 anos pagam meia.

Dica de Amigo: Quem é do Rio antes de ir vale a pena se informar. Todos os anos temos o Bilhete Carioquinha que dá desconto em várias atividades e o Cristo Redentor é uma delas. Basta levar comprovante de residência. Fiquem de olho!

Os trens saem de 30 em 30 minutos e em época de férias escolares ou finais de semana, é bom chegar cedo. Fica muito cheio e é necessário paciência, mas vale a pena!

 DSC_0509

DSC_0491                                                                                                 (Foto tirada de dentro do trem)

O Cristo Redentor possui 38 metros de altura e foi inaugurado em 12 de outubro de 1931. É uma das Sete novas maravilhas e a segunda maior escultura de Cristo no mundo (choquei!) e de fato é impressionante estar lá. Ele é simples, mas grandioso. Independente de religiosidade é fascinante ver algo tão grande, fixado a metros e metros de altura.

DSC_0647

DSC_0587

DSC_0571

A vista é belíssima, desde a subida até lá, aos pés do Cristo. É possível ver pontos maravilhosos da cidade, desde a Lagoa, Pão de açúcar até o saudoso Maracanã entre outros. Apesar de sempre estar cheio, é um lugar onde você pode apreciar a vista, se maravilhar com a cidade, com o Cristo e é, sem dúvida, memorável.

DSC_0594

DSC_0584

DSC_0669

DSC_0664

Na base do Cristo, existe uma pequena capela que quase sempre está fechada (eu pelo menos nunca a vi aberta) mas sei que abre para pequenas celebrações religiosas e casamentos (um luxo minha gente!).

Você ainda encontra uma cantina (com preços muito, muito acima da média) e embaixo (em chão firme como alguns falam), lojinhas com lembrancinhas do Cristo e do Rio de Janeiro.

Cariocas, gringos, turistas etc etc conheçam o Cristo! É bonito e é o Rio que continua lindo, apesar dos pesares 🙂

DSC_0662-001

Fontes de Pesquisa – Wikipédia e Rio Ônibus (www.rioonibus.com)

Um lugar inesquecível – Pouso da Cajaíba!

Pense em um lugar prá lá de bonito, paradisíaco, lindo de viver: só pode ser Pouso da Cajaíba! Localizado a 2 horas e meia do porto de Paraty, Pouso da Cajaíba é no mínimo inesquecível!

P1100375

Lili pouso(Foto cedida pela querida Lili – Elisângela Mendonça –  que junto a outros queridos do grupo mandou muito bem no registro da viagem ( pessoal é fera!!))

Fomos convidados por um casal de amigos para conhecer o lugar. Formamos um grupo de 11 pessoas animadíssimas e fomos rumo a essa aventura. Aproveitamos o feriado (pegamos um período de sexta a domingo) e saímos bem cedo, de carro.

A viagem do Rio até Paraty é boa e a estrada é bem sinalizada. Pegamos chuva, mas nada muito problemático. Deixamos o carro estacionado em Paraty mesmo e partimos rumo ao nosso paraíso!

Dica de Amigo: Preste atenção nos estacionamentos. Paramos em um fechado, mais afastado do porto e o valor por carro foi salgadinho. Pertinho do porto, tem estacionamentos abertos por R$5,00 mas segundo o dono do local que paramos,  a tarde quando a mar invade a cidade, corre o risco de danificar os carros que estão estacionados lá, próximos ao porto… Não tivemos certeza disso, mas por garantia, deixamos os carros parados mais afastados mesmo (afinal, vai que….)

Pouso da Cajaíba é um paraíso afastado, mar a dentro, onde não se tem nem pousadas nem energia elétrica. A energia é solar e a forma de se hospedar é ou alugando casa ou acampando. Eles possuem o blog comunidadedopousodacajaiba.blogspot.com.br onde você consegue contato para reservar a casa, alugar o barco para o trajeto de ida e volta à Paraty, além de fechar os passeios maravilhosos pelas praias próximas. Vale a pena perder um tempinho antes e reservar tudo por telefone. Nada melhor que a tranquilidade de já ter tudo programado! Pensem nisso!

Fechamos o barco Praia do Sono, com capacidade para 16 pessoas e lá fomos nós! O trajeto até Pouso demora 2 horas e meia e é muito bonito, águas verdes e cristalinas, enfim, é de ficar babando!! O preço do trajeto (ida e volta) vai depender da sua negociação com o dono do barco, do número de pessoas e até do próprio barco que fará o trajeto.

lili pouso2(Barco Praia do Sono – Photo by Lili)

Pouso não tem trapiche. Os barcos tem pequenos “botes” que levam até a praia (muita emoção galera :)) e os mais afoitos, pulam no mar e vão a nado mesmo. Uma delícia de mergulho nas águas claras e geladas do paraíso!

P1100374

Ficamos em uma casa com 05 quartos, bem espaçosa e com apenas 01 banheiro. Poderia ser um desastre, mas foi tranquilo, quando as pessoas são educadas e se respeitam, tudo fica mais simples e para nossa alegria, as placas de energia solar garantiram luz a noite todos os dias e tínhamos chuveiro a gás, água quentinha, uma delícia!

 Dica de Amigo: Galera, alugando casa precisamos lembrar de levar tudo que utilizaremos no decorrer da viagem. Comida, remédio, coisas de limpeza, pão, água, sabonete, papel higiênico, tudo mesmo!!!

Resolvemos nessa tarde, ficar na praia em Pouso e comemos em um dos “restaurantes” da região. Tudo bem simples, sistema de prato feito, comida razoável e muito muito demorada. Os pratos com peixe, custam por volta de R$17,00. Os com lula a partir de R$20,00.

A noite, a praia não tem iluminação, nem bares com música ao vivo como vemos em outros lugares praianos. É tudo bem paradão mesmo, algumas pessoas vão a praia e aproveitam o barulho de mar e o céu super estrelado para jogar conversa fora, cantar e interagir. Outros, como nós, ficam em casa, fazem uma comidinha, cantam e juntos nem sentem a noite passar.

No dia seguinte, pela manhã, resolvemos conhecer as praias da região. Fechamos um passeio e fomos até a Praia Grande. Conhecemos algumas praias no caminho e demos um mergulho não me lembro ao certo o nome do local, mas era lindo, como uma lagoa com águas calmas e cristalinas, capazes de recuperar toda energia!

lili pouso3

lili pouso4(Delícia de lugar para dar um mergulho!! Photos by Lili)

A Praia Grande é parecida com Pouso, mais movimentada e dá acesso a uma trilha para uma cachoeira. O grupo estava cansado (eu inclusive), então somente duas pessoas foram, o restante ficou na praia relaxando.

 lili pouso5

lili pouso7(Photos by Lili)

A extensão da Praia Grande é enorme e andando um pouco você encontra uma faixa de areia que divide de um lado a praia e do outro um rio de água doce. Belíssimo.

P1100392(O outro lado da Praia Grande)

P1100390(Rio de água doce)

Voltamos à nossa casinha e em Pouso da Cajaíba procuramos por peixe. Parece brincadeira, mas essa foi a atividade mais difícil da viagem, finalmente em um dos restaurantes da região, achamos um peixe limpo e o fizemos em casa. Ficou muito bom!

lili pouso 8

No outro dia saímos cedo e com uma enorme vontade de voltar logo à Pouso. Vale a pena a viagem,  aconselho fazer esse passeio em grupo, é muito mais divertido e sem dúvidas inesquecível!

Dicas importantes e claro, de amigo:

– Roupas?!?! Podem relaxar! Levem roupa de banho, uma roupinha de frio (porque esfria um pouquinho a noite),chinelo e pronto! Tudo muito leve, tudo muito simples. Preocupação zero!!

– Fechem tudo por telefone antes de ir. Programem a viagem com antecedência.

– Usem protetor solar! Não é luxo é necessidade!!!!

– Façam a lista e antes de viajar passem no mercado. Com casa alugada o sistema tem que ser esse. Levem tudo, até roupa de cama e banho. Planejem-se para comprar o mínimo de coisas lá, que claro são bem mais caras.

Levem repelente!!!!!!!! Essa dica é séria. Tem muitos mosquitos, não vale a pena arriscar. Repelente neles!

Vale a pena conhecer! Saudades de Pouso 🙂